OS PROCESSOS DEPRESSIVOS E SEU TRATAMENTO NO ÂMBITO DA ESPIRITUALIDADE

  • por

A depressão é um transtorno mental que atinge mais de 300 milhões de pessoas no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Diferentemente de uma tristeza comum, a doença tem longa duração e intensidade moderada ou grave, podendo causar grande sofrimento e disfunção no trabalho, na escola ou no meio familiar e, em casos extremos pode levar ao suicídio.

A pessoa com depressão apresenta perda de energia, muito cansaço, desânimo, mudanças no apetite, dorme em excesso ou tem insônia, ansiedade, perda de concentração, indecisão, inquietude, sentimentos de inutilidade, culpa, desesperança, pensamentos suicidas ou vontade de causar danos a si mesmo.

Em geral, o tratamento da doença envolve tratamentos psicológicos, como ativação comportamental, terapia cognitivo-comportamental e psicoterapia interpessoal ou medicamentos antidepressivos, para casos mais graves.

No Distrito Federal, uma pesquisa realizada em 2019 pelo IBOPE em parceria com a divisão focada em doenças crônicas não transmissíveis da Pfizer (Upjohn), verificou que os brasilienses têm muitas dúvidas sobre a gravidade da doença, a necessidade de tratamento e sobre a prevenção.

Segundo os dados da pesquisa, mais da metade dos brasilienses (52%) desconhece que a depressão é um transtorno mental ligado ao desequilíbrio de substâncias no cérebro.

Na verdade, quase um quarto (24%) acredita ou suspeita que a depressão seja causada pela “falta de Deus”. Para a terapeuta holística Yara Claussen Orona Cardoso a depressão é um problema multifatorial com importante participação de aspectos relacionados a questões ligadas à espiritualidade.

Com base na sua prática cotidiana, Yara verifica que, em geral, a pessoa que está depressiva apresenta como pano de fundo disfunções espirituais que acompanham e potencializam o quadro depressivo manifestado em âmbito físico. Ao adotar a técnica denominada de Capsimetria (Captação Psíquica de Personalidades) para tratar a depressão, Yara acessa o inconsciente do indivíduo, onde estão localizados elementos impregnados no campo energético da pessoa diretamente ligados ao processo depressivo, como personalidades, memórias da vida atual ou de vidas passadas.

Dissociados, esses elementos presentes no campo energético do indivíduo, influenciam no seu comportamento. A terapia permite acessar personalidades/memórias dissonantes, cristalizadas em situações traumáticas, experienciadas na vida atual e em vidas passadas.

Ao explorar o campo psíquico por meio da capsimetria é possível tratar e esclarecer os aspectos somatizados, que quando saneados e harmonizados, deixam de influenciar a personalidade atual da pessoa atendida. Essa técnica possibilita acessar as possíveis causas da depressão, como também da esquizofrenia, bipolaridade, pânicos, medos, distúrbios comportamentais diversos; bem como identificar a origem de sintomas que a medicina tradicional não diagnostica.

A experiência nesse tratamento e os resultados positivos vêm comprovando que a oportunidade de vivenciar um mergulho em si mesmo, acessando memórias, leva o indivíduo ao autoconhecimento e essa tomada de consciência, facilita mudanças nos padrões repetitivos, onde crenças e valores inadequados impedem o indivíduo de viver bem e em equilíbrio.

Yara Claussen Orona Cardoso, com formação em regressão de vidas passadas, mestre em Reiki, cromoterapia, radiestesia, canalizadora da técnica denominada de capsimetria (Captação Psíquica de Personalidades Múltiplas), tem atuado há 20 anos nesta área e é presidente do Instituto Buscadores da Verdade com Sede em Brasília, que desenvolve atividade de cura, estudos espiritualistas e meditação guiada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *